Bursite – segundo a Unibiótica

Posted on novembro 28, 2008. Filed under: Males e Tratamentos |

bursite

Doença existente desde o tempo em que conseguimos andar com os dois pés

Esta doença é conhecida como doença dos quarentões ou cinquentões, pois aparece geralmente nesta faixa de idade. Diferentemente dos animais, temos dois braços que ficam livres e sobrecarregados de trabalho.

Os músculos dos ombros tem má circulação e se acham sujeitos a distensão, devido a grandes esforços e trabalhos que efetuam. Quando temos problemas no estomago ou no intestino, por causa do excesso de comida ou trabalho, aparecem em nossos ombros alguns sinais indicadores, devido ao acúmulo de substâncias nocivas ou devido ao cansaço. No caso de problemas do coração e do estômago, aparecem sintomas no ombro esquerdo. Nos distúrbios do fígado, surgem no ombro direito. Na hipótese de pressão alta, os sintomas estarão em ambos os ombros.

No homem moderno, com tensões psicológicas, excesso de proteína animal e falta de exercício, a bursite ( dor que geralmente se manifesta nos ombros e pescoço – mas que também pode aparecer em outras partes do corpo como cotovelo e joelho ) pode ocasionar problemas intestinais, no fígado, no estomago, nos órgãos internos.

Algumas causas diretas das dores nos ombros:

1 – Sobrecarga num ombro só, nos trabalhos e nos esportes.

2 – Acúmulo de alimentos nocivos provenientes de cansaço mental.

3 – Sintomas de problemas nos órgãos internos.

No caso dos itens 2 e 2, devemos evitar acúmulos, relaxando os ombros. Quando estes são deixados sem tratamento, as dores poderão estender-se até a cabeça, causando cabeça pesada, cansaço nos olhos, falta de sono, vômito e até doenças mais graves.

Nos problemas dos órgãos internos, há causa diferente da relativa às dos itens 1 e 2.

O tratamento deve atacar a origem. Por exemplo: os problemas de olhos, nariz, ouvido e dente são de natureza metabólica. Anemia, diabete, pressão alta, gota, enfermidade do estomago, carência de vitaminas, todas são capazes de produzir dores nos ombros, com fadiga no corpo inteiro. As dores nos ombros, determinadas pela velhice das células ou tecidos, como músculos, ossos, ligamentos, etc., são difíceis de curar.

Apesar do grande número de causas, o único meio de eliminar a bursite é normalizar a circulação do sangue e o equilíbrio do metabolismo do corpo, pelo método negativo. O tratamento negativo é de impacto, com tipo de ventosas, de minha invenção, e com agulhas. Ele difere dos métodos tradicionais. Para tratamentos de doença crônica, é necessária alimentação adequada para curar.

Dieta para tratar dores nos ombros ( bursite ):

Evite o açúcar branco e a carne. Coma algas marinhas. Elas contêm iodo que estimula o metabolismo e limpa o sangue. Faça ingestão de alho, pois regulariza as funções dos intestinos, melhorando a absorção de vitamina B, que contribui para eliminar as dores dos ombros.

Os que sofrem de prisão de ventre, por excesso de carne, devem comer muita verdura crua. Se não o fizerem, poderão ficar diabéticos, ter doenças do coração ou arteriosclerose.”

Texto retirado do livro: Doenças – causas e tratamentos – Autor: Dr. Jong Suk Yum – Imprensa Oficial do Ceará – 1982.

Se alguém quiser sugerir um tema ou algo que gostaria de saber da Unibiótica faça um comentário na página ( só clicar em MAKE A COMMENT – no fim de cada artigo – e escrever o comentário ). Caso encontre algo referente nos livros eu posto ok?

Em breve estarei escrevendo sobre o METODO NEGATIVO que foi citado neste artigo, bem como em outros. Estou reunindo primeiro, mais algumas informações deste método mas esta um pouco difícil, mas assim que tiver informações mais consistentes estarei postando ok?

A faculdade deu uma folga e em breve estarei de férias, por isso pretendo atualizar o site mais vezes durante a semana e não somente uma vez como estava fazendo. Mas tudo na medida do possível certo?

Abraços e obrigada a todos pela visita!

Regina

Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

6 Respostas to “Bursite – segundo a Unibiótica”

RSS Feed for Unibiótica – Melhorando Tudo, Melhorando Todos Comments RSS Feed

estou interessada no METODO NEGATIVO Vanda.

Olá Vanda! Acabei de atualizar o blog com o este tema! Depois dê uma olhadinha nos textos ta? Acho que vai ser bem esclarecedor!

No mais, obrigada pela visita e volte sempre!

Que tipor de exercícios quem sofre de \Bursite no ombro de ve fazer? Podemos fazer natação ou musculação?
Grata

muito esclarecedor e proveitoso

uma pergunta como e o nome deste acessorio mostrado na foto

estou me comunicando para saber onde comprar o travesseiro de madeira e o cd para fazer o banho de ar


Where's The Comment Form?

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: