Terapia dos vegetais crus

Posted on setembro 4, 2008. Filed under: Teoria e Prática |

A terapia de vegetais crus elimina as fezes ressequidas, restaura a qualidade do corpo, restaura e ativa a função dos glomos, purifica as linfas, revigora os tecidos e estimula a divisão celular, estímulo este, fundamental para o tratamento de qualquer tipo de doença.

Método

Os alimentos usados nessa terapia são apenas vegetais frescos e crus, como diz o próprio nome. Nela NÃO estão incluídos a carne, o ovo, o leite, o açúcar ou frutas. Por via de regra não se usa tempero, mas, ocorrendo excesso de suor, pode-se usar o sal. As frutas podem ser consumidas em pequena quantidade, misturadas com os vegetais, servindo, então, como temperos.

Consideram-se frutas: o tomate, o chuchu, o pepino, etc. Não se deve usar raízes tais como: a batata, o cará ou inhame, etc. Todas as outras verduras, podem ser usadas, exceto as mencionadas acima. Poder-se-á usar também, como tempero ou estimulante do apetite, a cebolinha, a cebola, o alho, a folha de hortelã, etc. As folhas tem vitalidade ao sol e, as raízes a riqueza do solo. Portanto, deve ser consumidas sempre juntas, meio a meio. Não se deve consumir folhas amareladas ou murchas. As raízes não devem ser descascadas. Lavar bem os alimentos antes de consumi-los. As folhas devem ser cortadas e as raízes raladas. Assim que preparadas, deverão ser consumidas logo, evitando assim, a perda de vitaminas para o ar atmosférico.

O tempo de terapia para sadios é de 2 ou 3 semanas e para doentes, 45 dias. Para os que não estão acostumados a comer verduras, poderão surgir sintomas tais como, emagrecimento e diarréia. Não deve causar preocupação. Isso é devido à falta de hábito do organismo em receber verduras. Logo que o organismo se adaptar aos novos alimentos, o peso perdido será recuperado e a diarréia passará.

Observações Gerais

– Para entrar numa dieta de vegetais crus, diminuir gradativamente os alimentos cozidos, e aumentar na mesma proporção os alimentos crus, durante uma semana. Passado esse período de adaptação, comer só vegetais crus.

– Tomar cuidado após a dieta, pois ter-se-á muito apetite. Controle os excessos.

– Durante a dieta, ventilar bem o ambiente. Fazer banho de ar e alternado para estimular a função do aparelho digestivo.

– Durante a dieta, há casos em que ocorre prisão de ventre. É sinal de que está faltando água no organismo. Bebendo-se mais água, o problema estará resolvido.

Texto tirado do livro: ABC da Saúde III – Não há aposentadoria na vida – Autor: Dr. Jong Suk Yum – Editora Convite do Brasil – 1987.

Parece que não é nada fácil seguir essa dieta de desintoxicação mas com certeza vale a pena tentar!

Um abraço a todos!

Regina

Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

2 Respostas to “Terapia dos vegetais crus”

RSS Feed for Unibiótica – Melhorando Tudo, Melhorando Todos Comments RSS Feed

Eu tenho SII (síndrome do intestino irritável), com a medicação melhorei 60% e este problema ainda é uma pedra no sapato na minha vida. Quem tem sabe como é. Os únicos alimentos que não me causam nenhum mau são frutas e vegetais crus. Espero que esta dieta me ajude. Vou encarar os 45 dias. Tenho que comer muita banana porque trabalho carregando mercadorias num supermercado. Valeu pelas dicas.
Se sentindo esperançoso *_*

gostaria de obter o Kefir, mas tenho medo de conseguir pela internet e não ser o verdadeiro, moro em Belo Horizonte e não sei como obter.


Where's The Comment Form?

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: