Archive for agosto \26\UTC 2008

Banho de ar

Posted on agosto 26, 2008. Filed under: Downloads, Exercícios |

Praticando esse exercício provoca-se um aumento das funções da pele, como respiração, absorção  excreção, sentidos, favorecendo a expulsão das toxinas, a absorção do oxigênio e acelerando, assim, a oxidação, que propiciará a eliminação de monóxido de carbono.

Os efeitos são particularmente notáveis em casos de artrose, bronquite asmática, hepatopatia, cardiopatia, nefrose, úlcera, processos dermatológicos, prisão de ventre, dores de cabeça, atuando de maneira positiva em casos de câncer e AIDS.

Os banhos de ar devem ser praticados com a janela aberta para que o ar circule abundantemente, mas não ao sol. Tirar a roupa e ficar totalmente despido, expondo o corpo à atmosfera. Marcar o tempo. Após esse tempo cobrir-se com um ou dois cobertores. Marcar o tempo. E continuar esse processo de descobrir e cobrir durante o tempo estipulado. Pode-se ficar em qualquer posição: deitado, sentado, em pé, de lado. Ao terminar, é aconselhável manter a temperatura do corpo, vestindo-se, logo em seguida, evitando correntes de ar.

No final deste artigo você encontrará um link para baixar as instruções para o banho de ar em formato MP3. Você poderá ouvir e praticar ao mesmo tempo, pois no próprio arquivo tem as marcações dos tempos de cobrir e descobrir.

Freqüência

Normalmente, o banho de ar deve ser praticado três vezes ao dia, por exemplo, pela manhã, à tarde e a noite; ou duas vezes, manhã e noite, ou de acordo com a disponibilidade, tratando-se de pessoas saudáveis. Em enfermidades, dependendo do estado do paciente e dos sintomas, o numero de vezes deve ser maior.

Duração

Depois de iniciada a prática, deve-se continuar durante 30 dias, sem interrupção. Suspender, em seguida, pois dois ou três dias e reiniciar, sem interrupção, durante três meses. Mas, desejando-se prosseguir, os efeitos serão ainda maiores. Não há contra-indicação.

Alimentação

Pode-se começar os banhos de ar uma hora antes, ou uma hora depois das refeições.

Banho de água e de ar

O banho de água, chuveiro, banheira ou de mar, deve ser tomado após o banho de ar, mas nunca antes. Caso tenha tomado banho, aguardar uma hora para praticar o banho de ar.

Arquivo de áudio da aula do banho de ar em MP3 para download

Formato: MP3 – Tamanho: 22 MB – Idioma: Português

O arquivo se encontra compactado. Por isso é necessário um programa para descompactar. Neste caso foi usado o programa Winrar, que pode ser baixado gratuitamente neste link:

http://baixaki.ig.com.br/download/winrar.htm

Obrigada a todos!

Regina

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( 20 so far )

Curando a obesidade e emagrecendo com saúde

Posted on agosto 25, 2008. Filed under: Males e Tratamentos |

A obesidade provoca distúrbios cardíacos, renais e respiratórios. Provoca também diabetes. As pessoas obesas cansam mais o organismo, por isso, são mais propensas a ter uma vida mais curta. Esse problema aflige muitas pessoas. Mas muitas encontraram a cura para esse distúrbio na Unibiótica. Descreverei uma sugestão, proposta pelo Dr. Jong Suk Yum para curar a obesidade e conseguir um emagrecimento fantástico( essa proposta se encontra no livro: ABC da Saúde III – Não há aposentadoria na vida ).

Recomendações para curar a obesidade e emagrecer com saúde:

1° Cumprir as sete regras do jejum;

– Não coma quando não estiver com vontade;

– Não coma quando estiver com apetite exagerado;

– Não coma quando estiver cansado;

– Não coma quando estiver machucado;

– Não coma quando estiver doente;

– Não coma quando não tiver o que comer; ( essa é meio óbvia demais né? Hehe )

– Não coma muito, controle a gula;

2° Afastar-se do açúcar, do ovo, do leite, da carne e de seus derivados;

3° Praticar o jejum matinal e mudar os hábitos alimentares, passando a comer verduras cruas, com convicção;

4° Beber um gole de água a cada 30 minutos;

5° Tomar duas vezes por dia, uma colher de leite de magnésia, diluído num copo d’agua;

6º Quando sentir uma vontade gigantesca de comer, mesmo sem ter fome, tomar água;

7° Praticar duas vezes por dia, o banho alternado bem como o banho de ar. Fazer também, 4 vezes por dia, o exercício abdominal ou do peixinho;

8° Fazer jejum de um dia completo ou durante este dia tomar apenas sopa de vegetais. Escolha um dia da semana e faça o jejum ou tome a sopa. Um dia de cada semana;

Praticando essas recomendações, haverá uma melhora geral no organismo, perdendo-se cerca de 2 a 5 kg por semana ( vai depender do metabolismo de cada pessoa ), até atingir o peso ideal. Tendo-o atingido, a perda de peso cessará.

Não há necessidade de verificar o peso todos os dias para saber o resultado. Faça-o uma vez por semana ou a cada 15 dias. Você não engordou de um dia para o outro, então não espere ficar magrinho( a ) da noite para o dia. Seja persistente, que os resultados com certeza virão.

Informações tiradas do livro: ABC da Saúde III – Não há aposentadoria na vida – Autor: Dr. Jong Suk Yum – Editora Convite do Brasil – 1987

Um abraço a todos!

Regina

Ler Post Completo | Make a Comment ( 16 so far )

Seis regras práticas da Unibiótica

Posted on agosto 25, 2008. Filed under: Teoria e Prática |

“As seis regras práticas da Unibiótica foram criadas para manter o bom funcionamento dos 4 elementos mais importantes da saúde ( pele, membros, mente e alimentação ) e para evitar ou corrigir as 4 principais causas de doenças ( distúrbio da coluna vertebral, má circulação sanguínea, desequilibrio ácido/base e distúrbio do sistema nervoso ). São facilmente praticadas, isto é, não exigem grande esforço.

1ª Regra: Uso de cama plana e dura

Uniformiza a circulação e corrige a coluna. Susbtituir o colchão mole por uma cama dura, firme, de madeira. Na cama reta e homogênea, o peso do corpo de distribui por igual, em relação à gravidade, o que facilita o relaxamento, propiciando a recuperação do cansaço e um sono mais reparador. Dormindo-se em colchão mole, provoca-se subluxação das vértebras, podendo causar hemiplegia.

A subluxação das vértebras, causada por atividades diárias que forçam a coluna, poderá ser corrigida, durante a noite, pelo uso da cama dura. A acumpuntura, a quiroprática e as massagens tratam, temporariamente, apenas o local atingido, não tendo meios de prevenção. Entretanto a prática de dormir em cama dura, age como uma massagem prolongada e continuada durante horas, sem perda de tempo e dinheiro, tendo como efeito, a cura e a prevenção.

A cama e o travesseiro duros estimulam a atividade da pele, evitando distúrbios do fígado. Atuam na eliminação das varizes, reativando a contração das veias, estimulando, em conseqüência, o retorno da circulação sanguínea para o coração.

A ausência de varizes é um indício seguro de saúde. A cama dura, assim como os banhos alternados e o exercício do vaso capilar, levam o organismo à eliminação das varizes. Por outro lado, a cama dura estimula as funções renais, promove a eliminação dos materiais estéreis acumulados, aumenta a força extensível dos nervos centrípedos e evita o afrouxamento ou a paralisação do tudo intestinal. Com o relaxamento dos músculos dorme-se tranqüilamente e, pelo estímulo dos nervos, se tem o prazer, no dia seguinte, de uma evacuação fácil, iniciando-se o dia com satisfação.

Dormir em cama dura, também recupera problemas dermatológicos e, na idade avançada, previne a tendência ao encurvamento da coluna. Um detalhe importante e curioso: deve-se acostumar a deixar uma parte do ventre descoberta. Encobertos dia e noite, os intestinos tornam-se preguiçosos, ocasionando a gastroptose.

No começo, antes de dormir, deve-se retificar a coluna com o exercício do abdômen ( conhecido também como o exercício do peixinho ). Deve-se tentar dormir numa postura correta. As pessoas que dormem de lado têm tendência a terem problemas nos rins.

2ª Regra: Uso do travesseiro de madeira

O pescoço é formado por sete vértebras cervicais. Dessas vértebras partem nervos que vão à região do rosto, nariz, ouvidos, dentes, olhos, pescoço, pulmão e braços. Por esse motivo, havendo problemas nas vértebras, esses órgãos serão todos atingidos.

O dentista alemão, David Palmer, criador da quiropratica, comprovou pelo Raio X que, quando há problemas nos dentes, a 3ª e a 4ª vértebras da coluna cervical estão subluxadas. A Unibiótica criou o travesseiro de madeira, em forma de meia-lua, como meio de retificar e eliminar defeitos próprios do hábito de dormir deitado. O travesseiro de madeira serve para retificar e eliminar a subluxação.

O travesseiro deve ser usado na região da nuca, enquanto se esta deitado. Aquilo que, durante o dia, foi forçado a se deslocar pela postura errônea, durante a noite será forçado a se retificar. A maioria das pessoas dorme com travesseiro alto, sob a cabeça, acentuando a curvatura da coluna cervical e, consequentemente, causando subluxação.

3ª Regra: Exercício do Abdômen – ou do Peixinho

Deitado em cama dura, ou no chão, colocar as mãos espalmadas na região cervical, sob o pescoço. Com os calcanhares firmes no chão, erguer os quadris. Em seguida, com o abdômen erguido, movimentar os quadris, lateralmente, da esquerda para a direita. Manter os pés retos, para cima, forçando as pernas ficarem esticadas o máximo possível. Praticar esse exercício, diariamente, durante um ou dois minutos, pela manha e à noite. Qualquer dor no ventre desaparecerá com esse exercício.

Variação

Outra pessoa poderá ajudá-la, segurado-lhe os pés e balançando-lhe as pernas de um lado para outro. Nas aulas dos grupos de Unibiótica, esse exercício é chamado de Peixinho Amigo.

Essa prática recoloca as vértebras no lugar, corrigindo toda a coluna. Elimina a paralisia dos nervos periféricos, normalizando a pressão sanguínea e estimulando o nervo simpático. Os intestinos também são beneficiados através da estimulação do peristaltismo. Em geral também previne-se e cura-se a prostatite no homem e distúrbios ginecológicos na mulher.

4ª Regra: Exercício do Vaso Capilar

Para a Unibiótica, a força motriz da circulação não esta no coração, mas nos vasos capilares e nos glomos. Estão localizados nos membros 60% do total do numero de vasos capilares de nosso corpo. Esse exercício estimula a ação de 3,8 bilhões de vasos capilares. Estimula também, as veias e as artérias, os vãos linfáticos e as funções dos glomos, evitando assim o envelhecimento dos membros e recuperando-os.

Para a prática do exercício do vaso capilar, é necessário deitar em cama dura ou no chão, com o travesseiro de madeira sob o pescoço. Levantar os braços e as pernas, paralelamente num ângulo de 90° graus. A planta dos pés deve estar em posição horizontal. É uma posição exatamente contraria àquela dos quadrúpedes.

Tremer os quarto membros, vigorosamente, e, ao mesmo tempo, prestar atenção, sobretudo, à vibração das pernas. Os braços, também, devem vibrar naturalmente. A duração é de um, dois ou mais minutos. Esse exercício faz a corrente sanguínea circular, uniformemente, pela contração dos vasos capilares e pela dilatação dos glomos, normalizando, dessa forma, a circulação. Protege a pele da invasão de vírus e bactérias, bem como estimula o funcionamento equilibrado do organismo.

Os médicos costumam recomendar aos pacientes que pratiquem exercícios mas, na verdade, o paciente, geralmente, não tem condições para faze-lo.

Distúrbios circulatórios, varizes, celulite, qualquer tipo de inchação, pressão alta ou baixa, problemas de pulsação, frieza nas mãos e nos pés, ruborizarão ou tez pálida, enfim, todas as doenças de circulação podem ser prevenidas e curadas através desse exercício. Isso ocorre porque sua prática estimula a circulação e irriga todos os órgãos. Através dele, todo tipo de coagulação e entupimento de vasos é eliminado.

Após feito o exercício do vaso capilar, se for feito o exercício do leque e o exercício do acelerador obter-se-ão maiores efeitos.

Exercício do Leque

Através desse exercício, pode-se curar a doença de Morton. Na posição deitada, levantar as duas pernas. Segurar um dos tornozelos com as mãos e sacudir o pé durante 1 ou 2 Inverter o exercício e fazer no outro tornozelo a cada 3 dias.

Exercício do Acelerador

Através desse exercício, pode-se curar a doença de Soarell. Esse exercício é parecido com o anterior. Segurar o outro tornozelo e movimentar o pé imitando o movimento de acelerar um carro. A duração é de 1 a 2 minutos. Inverter o exercício e fazer no outro tornozelo a cada 3 dias.

5ª Regra: Exercício do Sapinho

Deitar, colocando o travesseiro de madeira sob o pescoço. Juntar as palmas das mãos sobre o peito, simetricamente, em forma de oração. Em seguida, levantar e abaixar as mãos juntas, perpendicularmente ao peito. Após juntas as plantas dos pés, simetricamente, dedo contra dedo, e levar, juntos, o máximo possível das nádegas. Fazer, simultaneamente, os movimentos de esticar, com vigor, as pernas para baixo e, os braços ( mãos juntas ) para cima da cabeça, tocando o chão. Fazer esse movimento durante mais ou menos 1 minuto. Terminado o movimento rítmico, manter as mãos e os pés juntos, como na posição inicial, permanecendo assim, durante cinco ou dez minutos ( nas aulas, é feita a meditação nesse momento ). Forçar ao máximo o ângulo de abertura das pernas, até que os joelhos quase toquem o chão.

A postura desse exercício deve ser absolutamente correta.

Os efeitos produzidos são de várias ordens: pelo movimento simultâneo de esticar e encolher os membros, os ligamentos internos da coluna são flexibilizados verticalmente; uma perna, mais curta do que a outra, ficará nivelada; os gases intestinais são expelidos através da pressão provocada nos intestinos. Esse exercício favorece, pois, o equilíbrio de temperatura entre os dois lados do corpo, atuando beneficamente, sobre qualquer distúrbio feminino como: corrimento, menstruação anormal, deslocamento, hipoplasia e prolapso do útero, mioma, fibroma e cisto no ovário.

6ª Regra: Exercício do João-Teimoso

Sentar no chão, sobre os pés, deixando entre as pernas uma distancia de 3 a 4 punhos fechados. Colocar o dedão do pé esquerdo sobre a planta do pé direito. Apoiar as mãos sobre os joelhos, mantendo a coluna ereta, como um pilar. Inclinar o tronco a 40° de um lado para o outro. Antes de iniciar esse movimento de pendulo, ficamos eretos, encolhendo e soltando o abdômen. Contraindo e relaxando. Após uns minutos, iniciar o movimento de pendulo mas continuando com o movimento de contrair e relaxar a barriga. O corpo durante esse movimento se encontrará em 3 posições distintas: meio, esquerda, meio e direita, e continua-se o ciclo. Sem paradas, o movimento é continuo e sem paradas ou arranques. Quando o corpo estiver no meio se encolhe a barriga, quando se encontra em um dos lados, esquerda ou direita, relaxamos o abdômen. Geralmente fazemos esse movimento durante 10 minutos.

A prática desse exercício é, inicialmente, um pouco difícil de ser executada, mas, feita diante de um espelho, e após um tempo o exercício vai se tornando cada vez mais fácil de ser executado.

Através desse movimento retificamos a coluna e proporcionamos a eliminação de fezes ressequidas nos intestinos, prevenindo várias doenças e distúrbios. A oscilação das costas favorece o irrigamento das veias entupidas da cabeça, estimulando o cérebro e agilizando a produção intelectual. Muitos problemas dos olhos ou do nariz são curados por esse exercício. Uma experiência positiva ocorreu com o criador da Unibiótica, que curou-se da sinusite, pela pratica desse exercício.

O seis exercícios propostos, associados à alimentação à base de verduras cruas, bem como aos banhos alternados e de ar constituem os fundamentos práticos da Unibiótica.”

Texto retirado do livro: ABC da Saúde I – Autor: Dr. Jong Suk Yum – Editora Convite do Brasil – 1988

Os grupos que fazem as aulas de unibiótica, costumam fazer outros exercícios alem dos descritos acima. Os descritos acima são a base da Unibiótica.

Gostaria de salientar que as pessoas que não conhecem a unibiótica, não tentem fazer esses exercícios sozinhas, antes de terem visto pessoalmente como se deve praticá-los. Caso você tenha interesse em fazer os exercícios para comprovar os inúmeros benefícios que eles proporcionam, recomendo que você procure um grupo de unibiótica mais próximo de você. Faça uma aula, e aprenda a execução correta dos exercícios. Por mais que o texto tenha sido claro na explicação do movimento, não se compara a demonstração dos mesmos ao vivo.

A execução errada desses movimentos ao invés de melhorar a sua saúde pode gerar problemas de coluna e outros decorrentes da execução errada dos exercícios. Por isso, antes de praticar sozinho, procure um coordenador de algum grupo de unibiótica mais perto de você e faça uma aula.

Um abraço a todos!

Regina

Ler Post Completo | Make a Comment ( 29 so far )

Os 4 princípios da saúde segundo a Unibiótica

Posted on agosto 23, 2008. Filed under: Teoria e Prática |

A Unibiótica apresenta, verdadeiramente, um novo enfoque de vida e saúde, a partir do qual, não existem doenças, sendo elas consideradas, simplesmente, sinais ou sintomas.

A unibiótica é a ciência racional da saúde. Essa ciência é útil e, principalmente, necessária para todos os que desejam ter saúde durante a vida inteira. A unibiótica DIFERE, fundamentalmente, da Medicina Tradicional em vários pontos chaves. É um método sintético, cientifico e inédito, que trata o corpo humano de forma que ele, por si mesmo, evite doenças.

A unibiótica especifica a PELE, a NUTRIÇÃO, os MEMBROS e a MENTE, como os 4 elementos primários que integram o ser humano. Na unibiótica não se usam os termos “combater, ou tratar a doença”, mas apenas, “recuperar a saúde”

Os 4 princípios da saúde segundo a Unibiótica

São chaves da saúde e longevidade: a pele, a nutrição, os membros e a mente.

1 – Pele:

Há uma relação íntima entre pele e a saúde. A pele é a porta, através da qual o corpo recebe a influencia saudável da natureza.

A pele tem múltiplas funções. Como os pulmões ela respira através de minúsculos poros distribuídos em grande quantidade por toda a superfície do corpo. Certamente, o homem não respira só com os pulmões. A pele como o fígado é um órgão excretor, elimina do sangue substancias não necessárias ao corpo. Na concepção da Unibiótica a pele é mais importante do que o próprio coração. A pele estende-se desde a superfície mais externa até o revestimento interno de vários órgãos do interior do corpo.

Na verdade, a pele é uma substância intermediaria de troca entre o corpo e o meio. Sem a pele nenhum processo vital é possível. Não estrague a pele protegendo-a demasiadamente; trabalhe-a e tenha-a em boa forma.

Duchas alternadas e banhos de ar são grandes artifícios para manter e fortalecer a saúde da pele. Você encontrará outras informações neste blog falando detalhadamente sobre as duchas alternadas e os banhos de ar, bem como seus benefícios para a saúde.

2 – Nutrição:

O que a teoria da Unibiótica entende por nutrição são as quatro substancias elementares que constroem, bem como sustentam, o ser humano. São elas: o alimento, a água, a luz e o ar. A regra fundamental da nutrição para a Unibiótica é que o alimento que ingerimos deve ser fresco e apropriado.

Alimento: devemos esclarecer bem que os elementos nutritivos, contidos nos alimentos, são destruídos, facilmente, quando cozidos. A comida, quando cozida demais, perde a metade ou mais da metade de suas propriedades essenciais.

Qual deve ser a base da nova nutrição para uma pessoa sadia com base nos princípios da Unibiótica?

Sugestão do Dr. Jong Suk Yum, criador da unibiótica:

50% de cereais integrais e 50% de pratos complementares. Nos cereais integrais, dar preferência ao trigo ( pão integral, sopas e outros derivados ) e ao arroz integral. Quanto aos pratos complementares, compor a refeição da seguinte forma: 50% de verduras cruas ( equivale a 25% sobre o total ), 30% de carne ( equivale a 15% do total ), 10% de frutos ( equivale a 5% do total ) e 10% de outros alimentos ( 5% do total ), dando preferência aos frutos do mar.

Para pessoas que se encontram enfermas ou cansadas:

60 a 70% de verduras cruas ( mais de 5 tipos diferentes ), 30 a 40% de alimentos cozidos. Esses correspondem a quaisquer grãos ( pão, arroz, milho, feijão, etc ); raízes ( batata, mandioca, etc ); verduras cozidas ( sopa de legumes, etc ), etc. Um detalhe importante é aqui não se inclui a proteína animal como a carne, o frango e o peixe, etc.

A unibiótica tende a ir reeducando a alimentação de forma a abolir o consumo de carnes mesmo para pessoas sadias. Mas em nossa cultura é muito difícil eliminar a carne totalmente do cardápio. Mas gradualmente diminuindo-se a quantidade ingerida, pode-se conseguir elimina-la de vez do consumo diário.

A teoria da unibiótica recomenda muito que o café da manhã seja abolido e que se façam apenas, duas refeições por dia – ao meio dia e a noite. No período da manhã, o organismo não absorve alimentos, mas elimina-os. É pela manhã que os intestinos trabalham melhor. Essa é a hora em que o corpo se purifica.

Comer vegetais frescos e crus é o mais importante. O consumo de alimentos crus, em especial, vegetais, equivale a uma cura quase milagrosa do organismo.

Observação: estamos esclarecendo e expondo as teorias da unibiótica. Não nos compete julgar, nem tão pouco comparar com outras ciências. A unibiótica foi elaborada através de anos de pesquisa e estudo, e através dela muitas pessoas alcançaram verdadeiras transformações em suas vidas, Estamos aqui para divulgar os seus benefícios. Pratique e depois critique.

Água: onde não há água, não há vida. A água hidrata e ajuda no processo de desintoxicação do organismo. A unibiótica incentiva as pessoas a criarem o hábito de beber água fresca, tomando pequenos goles a cada meia hora. Após os exercícios, e 30 minutos antes ou depois das refeições, deve-se beber um ou dois copos de água. A quantidade diária ideal é de dois a três litros ao dia. É melhor beber água em doses pequenas e aos poucos. Pode-se tomá-la a qualquer hora.

3 – Membros:

Os membros são órgãos de locomoção que auxiliam o trabalho e a movimentação do homem. Os membros inferiores, pernas e pés, são a base de sustentação e os pilares do ser humano. R. Haybow mostrou que, no pé, há uma ocorrência significativa de doenças graves, constatando assim relação entre o pé e a saúde. Por exemplo: a inchação do tornozelo e do pé acontece, frequentemente, devido a doenças cardíacas, infecções renais, anemias, etc. A teoria da unibiótica sugere o exercícios do vaso capilar e o reajustamento do pé para a conservação saudável dos membros.

Os exercícios para os pés, bem como o exercícios do vaso capilar, podem ser encontrados em outros artigos mais detalhados neste blog.

4 – Mente:

Há uma relação intima entre mente e corpo. Frequentemente, a preocupação, a ansiedade e o esgotamento nervoso podem resultar em desordem orgânica tal como tuberculose, doenças do coração, hipertensão e câncer. Tendo uma mente sadia, alegre e inteligente, nada se teme. Por mais dura e difícil que seja a vida.

A grande parte dessas informações foram tiradas do livro: ABC da Saúde – Volume I – Autor: Dr. Jong Suk Yum – Editora Convite do Brasil – 1988.

Um abraço a todos!

Regina

Ler Post Completo | Make a Comment ( 22 so far )

O travesseiro de madeira

Posted on agosto 23, 2008. Filed under: Teoria e Prática |

Uma das práticas mais importantes da unibiótica é o uso do travesseiro de madeira. O travesseiro é usado não só para realizar os exercícios, mas também, para dormir.

“Existem estudiosos que são contra o uso de travesseiros duros, por que segundo eles, prejudicam a circulação sanguínea da região cervical, provocando dormência da cabeça. No entanto, a verdade é que o uso do travesseiro de madeira melhora a circulação naquela região.

Em pessoas com arteriosclerose, o uso do travesseiro de madeira faz com que a artéria fique estreita e aumente a velocidade da circulação. Desta forma as impurezas acumuladas nas artérias são dissolvidas, deixando a cabeça cada vez mais leve e fresca. Desta forma as subluxações que a coluna possa ter, vão sendo corrigidas.

O Professor Nishi do Japão declarou:

– O uso do travesseiro de madeira corrige a subluxação na 4ª vértebra cervical causada pela posição ereta do homem e por seus movimentos. E mais, corrige ainda os distúrbios dos órgãos relacionados com essa vértebra, isto é, distúrbios nos olhos, nervos faciais, pulmão, diafragma, fígado, supra-renais, coração, baço, pâncreas, dentes, etc., inclusive dor de cabeça e insônia.

Segundo vários depoimentos de pessoas que vivem a Unibiótica, distúrbios como: oftalmorrinolaringológicos, bronquite e demiplegia superior, foram curados através do uso do travesseiro de madeira. Muitas dessas pessoas quando começaram a usá-lo, declararam que o travesseiro de madeira era um horror, mas depois de algum tempo de uso, disseram: É uma maravilha!

Quando a 3ª e a 4ª vértebras cervicais estão subluxadas, surgem distúrbios na tireóide. A pessoa que sofre esses distúrbios, usando travesseiro de madeira sente, no inicio, dores na região cervical. Contudo, com o passar do tempo, esse tipo de incomodo desaparece. Pelo uso do travesseiro de madeira a tireóide melhora. E, já que são corrigidos os defeitos nas vértebras cervicais, a dor nessa região desaparece junto com a cura dos distúrbios da tireóide.

O travesseiro de madeira pode ser usado como um instrumento de diagnóstico.  Ao usá-lo, se a pessoa sentir dores ou dormências, com certeza é sinal de distúrbios nessa região cervical. Se com o uso, esses sintomas desaparecerem é sinal de que os problemas foram resolvidos. Normalmente, as pessoas que usam o travesseiro de madeira pela primeira vez, sentem dores ou outros tipos de incômodos. Poderão, então, colocar uma toalha por cima do travesseiro, eliminando-a assim que vierem a se acostumar. No início ele pode ser usado durante 10 ou 20 minutos. Com o tempo as pessoas passarão a dormir, tranqüilamente, com esse tipo de travesseiro.

O material usado na fabricação do travesseiro é normalmente a madeira, mas pode ser feito de pedra, de cerâmica ou ainda com palha e ervas. O travesseiro deve ter a mesma altura em toda a sua extensão, não podendo apresentar um dos lados ou os dois lados, mais altos ou mais baixos que o meio.”

Informações extraídas do livro: ABC da Saúde Volume III – Não há aposentadoria na vida – Autor: Dr. Jong Suk Yum – Editora Convite do Brasil – 1987

Um abraço a todos!

Regina

Ler Post Completo | Make a Comment ( 68 so far )

Bem vindo ao blog da Unibiótica!

Posted on agosto 23, 2008. Filed under: Teoria e Prática |

Bem vindo ao blog da Unibiótica!

Depois de conhecer os diversos benefícios desta ciência, decidi criar este blog para divulgar a teoria e prática da Unibiótica. Depois de muitas pesquisas nada satisfatórias na internet a respeito do assunto Unibiótica, vi que a internet carece de um site que pudesse fornecer informações mais concretas e mais claras a respeito dessa ciência. Algo que realmente esclarecesse os princípios e as idéias do Dr. Jong Suk Yum que foi o criador dessa fabulosa ciência da saúde.

Estarei disponibilizando diversos artigos, aulas e arquivos sobre a Unibiótica. Todas as informações que se encontrarem neste blog, serão baseadas nos livros publicados pelo Dr. Jong Suk Yum bem como em palestras e outros meios de divulgação. O objetivo principal desde blog é a divulgação. Não tendo este blog nenhum fim lucrativo. A Unibiótica não tem nenhum fim lucrativo. As pessoas que quiserem contribuir com depoimentos, artigos e outras informações podem entrar em contato comigo por email que estarei publicando no site com o maior prazer e sem nenhum custo adicional.

Ajude a divulgar a Unibiótica!

Se você faz parte de um grupo que pratica a Unibiótica, entre em contato para que possamos divulgar o trabalho de vocês. As vezes algumas pessoas pergutam sobre onde praticar, mas pela falta de informação e divulgação acabam desistindo sem nem mesmo começar. E pode ser que esses grupos estejam bem mais perto do que imaginamos!

Tentarei estar sempre atualizando o blog com novos artigos e informações.

Obrigado a todos pela visita!

Email para contato:  macmilam@yahoo.com.br

Regina

Ler Post Completo | Make a Comment ( 4 so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...